.

terça-feira, 22 de março de 2011

DIA MUNDIAL DA ÁGUA


Vamos hoje referenciar a água como um dos mais importantes elementos essencial às necessidades do homem para sua sobrevivência. Nosso corpo é 70% água, o resto é barro. Segundo a palavra de Deus, o homem foi feito do barro e Deus utilizou a água para fazer a liga.
A água é composta de duas moléculas de hidrogênio e uma de oxigênio, outro elemento químico indispensável para nossa subsistência.
Há uma expectativa mundial de que a água, neste século, será a commoditie mais importante, mais ainda que o petróleo. Isso quer dizer que a água vai escassear e cada dia ficará mais cara ainda.
O que dizer da perspectiva de que lá pela segunda e terceira décadas deste século, a humanidade vai contar apenas com um copo de 90ml para beber, cozinhar e tomar banho. A coisa está ficando bastante estranha.
O que o homem está fazendo com a terra?
Consome exageradamente, é vaidoso e retira da terra 50% mais do que tem necessidade para sua subsistência.
Ora, todo corpo vivo tem prazo de validade. Ou não tem?
Nas prateleiras dos supermercados todos os produtos tem (ou deveriam ter) o prazo de validade registrado. Um carro que é material ferroso e plástico, tem uma vida útil, ou seja, depois disso, a tendência é ir para o ferro-velho.
Então, amigos, dêem-se conta de que a terra também tem o seu prazo de validade.
Vejam que o estudo do extinto Povo Maia, de grande cultura para a época, e que muita gente coloca como profecia, prevê que no ano de 2012 vai haver um realinhamento do sistema solar. Isso, segundo o estudo, vai ter reflexo na terra. A tendência é de que a crosta terrestre se abra e que a temperatura aumente de tal forma que vai tornar a vida impossível e muitas regiões.
E o que o homem tem feito em relação a criar defesas para os povos?
Nada, absolutamente, nada.
O Homem continua jogando bombas uns nos outros, dando tiros a esmo, explodindo bombas atômicas, criando cada vez mais usinas nucleares com combustível sujo e está sujeito às forças da natureza como maremotos, terremotos, tsunamis. E se vê impotente em enfrentar toda a situação quando a natureza se manifesta.
Pense bem naquilo que está escrito na Bíblia no livro de Apocalipse (ou Revelação). No capítulo 8, há a revelação dos anjos tocando trombetas para anunciar o final dos tempos.

“6 Então os sete anjos que tinham as sete trombetas prepararam-se para tocar.
7 O primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, que foram lançados na terra; e foi queimada a terça parte da terra, a terça parte das árvores, e toda a erva verde.
8 O segundo anjo tocou a sua trombeta, e foi lançado no mar como que um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar.
9 E morreu a terça parte das criaturas viventes que havia no mar, e foi destruída a terça parte dos navios.
10 O terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela, ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas.
11 O nome da estrela era Absinto; e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas.
12 O quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte deles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhante, e semelhantemente a da noite.
13 E olhei, e ouvi uma águia que, voando pelo meio do céu, dizia com grande voz: Ai, ai, ai dos que habitam sobre a terra! por causa dos outros toques de trombeta dos três anjos que ainda vão tocar. “

Pois é amigos, o movimento social mundial em defesa do meio ambiente, organizações civis lutam em defesa do planeta. Isso é característica de que a Primeira Trombeta já soou. Ou alguém tem dúvidas de que mais do que a terça parte das matas e florestas, do verde no mundo já foram consumidos.
O famoso pesquisador marinho, Jacques Cousteau, na década de 70 já anunciava que mais de 40% da vida marinha já tinha sido extinta. Sinal de que a segunda trombeta também tocou.
E a terceira? Bem ninguém tem dúvidas de que a maioria dos rios estão poluídos. Então, a terceira trombeta também já soou.
Não sou especialista em análise teológica, mas gostaria de chamar a atenção para as informações contidas na Bíblia porque o livro do Apocalipse foi escrito há cerca de 2 mil anos.
Bom, a Bíblia também informa que Deus estabeleceu aliança com Noé e prometeu que “não será mais destruída toda carne por águas de dilúvio , nem mais haverá dilúvio para destruir a terra”. Então supõe-se que a terra vai acabar em fogo, conforme sugere o estudo dos Maias.
Ora, amigos, não tem jeito, da forma como a humanidade caminha, não vai ter água para apagar o fogo. Então fique feliz e agradeça a Deus pelos dias chuvosos como hoje.

segunda-feira, 14 de março de 2011

BATALHÃO FLORESTAL FLAGRA CRIMES DE DESMATAMENTO EM ÁREA DE APP NO LOTEAMENTO ORLA 500

Batalhão de Polícia Florestal do posto de Barra de São João foi acionado pela AMORLA (Associação de Moradores e Proprietários do Loteamento Orla 500, em Tamoios, Cabo Frio) para acabar com o desmatamento na Área de Preservação Permanente em frente ao loteamento que estava sendo promovido pela Sociedade Civil Orla 500, que com a cumplicidade da Prefeitura Municipal de Cabo Frio, tenta explorar a área como condomínio impondo a cobrança de taxas mensais com ameaças de ações na justiça.
VÍDEO 1 - AQUI NESTE LOCAL SE COMETE CRIMES CONTRA O MEIO AMBIENTE. A SOCIEDADE CIVIL ORLA 500, MAIS UMA VEZ É SUPRENDIDA DESMATANDO ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE. A SOCIEDADE CIVIL, QUE AGE COM A COMPLACÊNCIA DA PREFEITURA, JÁ FOI MULTADA PELO IBAMA EM R$ 190 MIL POR DANOS A ESTA MESMA ÁREA QUE ESTÁ DESMATANDO.
video
VÍDEO 2 - POLÍCIA IMPEDE CONTINUAÇÃO DO DESMATAMENTO QUE PROVAVELMENTE SE ESTENDERIA POR TODA ORLA DA PRAIA EM FRENTE AO LOTEAMENTO ORLA 500, CERCA DE 500 METROS. O VÍDEO MOSTRA OS DANOS PROVOCADOS PELA SOCIEDADE CIVIL ORLA 500 EM UMA SEMANA DE TRABALHO.
video
VÍDEO 3 - POLICIA IDENTIFICA O TRABALHADOR E O RENCARREGADO DA SOCIEDADE CIVIL ORLA 500.
video
VÍDEO 4 - MATERIAL USADO NO DESMATAMENTO, ENXADA E VASSOURA DE GRAMA SÃO RECOLHIDOS PELA POLÍCIA.
video
VÍDEO 5 - TRABALHADORES CONDUZIDOS À DP.
video
VÍDEO 6 - POLÍCIA PROCURA O PRESIDENTE DA SOCIEDADE CIVIL, OSVALDO VILLELA
video
VÍDEO 7 -POLÍCIA LEVAS OS RESPONSÁVEIS PELA SOCIEDADE CIVILR ORLA 500 PARA A DELEGACIA DE CABO FRIO
video
VÍDEO 8 - ALÉM DO DESMATAMENTO, A SOCIEDADE CIVIL ORLA 500 MANTÉM UM LIXÃO NO LOTEAMENTO PORQUE A PREFEITURA TEM SE RECUSADO A FAZER A COLETA DOMICILIAR DE LIXO NA REGIÃO.
video

sexta-feira, 11 de março de 2011

O Santo Inquérito de Dias Gomes no Teatro Municipal da Cabo Frio

Nesse nosso tempo do retôrno da intolerância religiosa, onde o preconceito cresce por conta da crendice fanática e de outros tantos se matam em nome de um fundamentalismo retrogrado, nada melhor do que conversar sobre o assunto assistindo uma leitura cênica dramatizada do Santo Inquérito do excelente Dias Gomes autor de várias obras do teatro, da televisão e do cinema como O Pagador de Promessas e Saramandaia. O Santo Inquérito que será interpretado pelos atores Diogo Cavalcante, Guilherme Guaral,Fernando Chagas, Jiddu Saldanha, Wilson Miranda, Fernando Chagas, Manuela de Lellis terá ainda a iluminação de Bruno Peixoto, sonoplastia com inserção visual de Ravi Arrabal e direção de José Facury Heluy.
A produção que tem o patrocínio do Sindicato dos Artistas do Rio de Janeiro conta a história, tida como factual, da Branca Dias, jovem paraibana que no século dezoito foi levada juntamente com o seu noivo à fogueira da Inquisição por conta de ter salvo um padre de morrer afogado em um rio, fazendo-lhe respiração boca à boca. Após a encenação haverá um debate com a platéia.
Teatro Municipal de Cabo Frio
Domingo, dia 20 de março às 18 horas
Entrada: um quilo de alimento para as vitimas da Região Serrana
======================= =======================

Não mate a rosa!

Cara Beth, recomendado por você, li o artigo de Marjorie Rodrigues, no qual a autora dispensa a rosa como presente no dia 8 de março, dia dedicado à mulher (?!). Muito bom e obrigado por chamar nossa atenção para o artigo. Entendo que o dia da mulher são todos os dias e para agradá-las deveríamos presenteá-las diariamente. Estou solidário com as colocações feitas por ela a respeito desta falta de respeito à mulher. É um absurdo o que observamos por aí. Os aspectos desrespeitosos que envolvem a mulher são históricos, tradicionais e necessitam, realmente, serem revistos e retirados da pauta da vida. Natural que haja um brado de revolta.
Há um problema, tenho a dizer à Marjorie, a você e a todas as mulheres: “ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais” (cantava Elis Regina). Isso é um ponto fundamental nas relações sociais. O mundo evoluiu tecnicamente, mas a personalidade humana permanece. Continuamos usando apenas 10% da nossa capacidade intelectual. Inventamos tudo, mas ainda não conseguimos desenvolver plenamente o respeito à mulher.
Cientificamente podemos dizer que o cérebro é um dos mais incríveis órgãos do corpo humano. Ele controla o sistema nervoso central, mantendo-nos andando, falando, respirando, pensando e imaginando coisas. O cérebro é incrivelmente complexo, sendo composto por mais ou menos 100 bilhões de neurônios. Tanta coisa acontece no cérebro que existem vários campos diferentes da medicina e da ciência devotados a tratá-lo e a estudá-lo, incluindo a neurologia, que trata distúrbios físicos do cérebro; a psicologia, que inclui o estudo dos processos comportamentais e mentais; e a psiquiatria, que trata doenças mentais e distúrbios. Alguns aspectos de cada um tendem a se sobrepor, e outros campos se cruzam dentro do estudo do cérebro também.
Essas disciplinas estão aí de alguma forma desde os tempos antigos, por isso você poderia pensar que até o momento já deveríamos saber tudo o que há para saber sobre o cérebro, que deveríamos ter evoluído plenamente para não contrariar a Teoria da Evolução de Charles Darwin . Nada poderia ir além da verdade. Depois de milhares de anos de estudo e tratamento de cada aspecto dele, ainda há muitas facetas do cérebro que permanecem um mistério. E porque o cérebro é tão complexo, tendemos a simplificar a informação sobre como ele funciona para torná-lo mais compreensível. É porque somos submissos ao “novo que sempre vem” e nos torna cada vez mais encabrestados as doutrinas e dogmas, estabelecidos pelas elites econômicas mundiais.
Pois esse é o nosso principal problema: capacidade de discernir o certo do errado, da verdade e da mentira, do bem para o mal. Enquanto usamos apenas 10% (e tem gente que não consegue usar nem 1%) deixamos que outros pensem por nós, que criem estereótipos, preconceitos, dogmas, enfim, em alguns milhares de anos de experiência, a humanidade ainda não se organizou de forma a conquistar a verdadeira liberdade. Ainda observamos massa de manobra, clientelismo político, etc.
Conselhos, comissões, partidos, igrejas, sindicatos, associações, justiça, governo, agências de propaganda, canais de TVs, indústria cinematográfica de Hollywood são alguns dos exemplos que podemos citar de elemento usurpador de nossa capacidade intelectual, da nossa inteligência, da nossa liberdade de agir e falar. Imagine que conheço pessoas que passam a maioria das 24 horas do dia em frente à TV assistindo Big Brother. É demais para minha capacidade intelectual.
A rosa, minhas queridas, embora flor delicada, cheirosa, que efetivamente deveria representar a imagem da mulher, lamentavelmente, hoje representa, concordo com Marjorie, a pior coisa que uma mulher pode receber e como ser lembrada. Não se respeita nem a rosa, nem a mulher.
Como exemplo, imagine uma cena hilariante: um par de funkeiros românticos (coisa mais difícil de acontecer) em um jardim (ufa! Que mentira!) ele entregando a ela um botão de rosa, enquanto, no mais alto volume, o som de seu carro com a porta aberta, se ouve o pancadão: “só as cachorras, as preparadas, as popozudas” e “vem prá cá que eu sou tigrão, vou te dar muita pressão, quando vejo um popozão, rebolando no salão...”
Parece, minhas amigas, que a coisa é muito mais séria, que anda muito pior para os lados das mulheres. Noutro dia, fiquei analisando o noticiário nacional e cheguei a uma conclusão: paulista (que representa o homem machista) não gosta de mulher. Porque isso? Por que o noticiário tem revelado inúmeras reportagens de homens matando indiscriminadamente mulheres.
E por certo o homem não gosta mesmo muito da mulher. Existe uma aura machista em torno da cabeça da maioria que enxergam a mulher como objeto de desejo. Claro que muitas mulheres, essas que a professora se refere nos comerciais, mostrando a bunda na TV, na revista, etc., contribuem excessivamente para isso. Mas não se pode, nem se deve generalizar.
Porém, é necessário que os homens parem para uma reavaliação da relação homem/mulher. A mulher é um ser determinado a conquistas (tem nada a ver com conquista amorosa) enquanto o homem, em sua maioria, se satisfaz em adquirir, um cervejão, uma devassa...
Só tenho a enaltecer o valor da mulher nessa relação. A começar pela minha mãe, D. Nely, que criou nove filhos com muita bravura e fazendo mágica com o salário de funcionário público de meu pai, Alberto. Vejo a mulher moderna como um ser versátil e de grande capacidade: profissional, mãe, amiga, doméstica, consoladora. Tudo isso a mulher consegue fazer em menos de 24 horas por dia.
Despedindo-me, solicito que Marjorie Rodrigues, que Beth Michel, a professora Denise, que comentou o artigo e demais mulheres, observem nesta vida, que existem homens que reconhecem o valor da mulher sem se utilizar dos simbolismos inculcados na cabeça daqueles que não se esforçam para desenvolver sua capacidade intelectual, seu discernimento. Existem os homens que se satisfazem com apenas 10% do cérebro, mas há outros que buscam desenvolvê-lo para que possa enxergar coisas mais bonitas onde as mulheres estão incluídas e que se recusam veementemente a matar uma rosa para atuar hipocritamente, globalizadadamente, contra a mulher.
Então, na me resta mais a dizer senão: parabéns as mulheres ora representadas por Marjorie Rodrigues, professora Denise, por Beth Michel e por minha mulher, Tania Rodrigues.
Tô com vocês e não abro!

segunda-feira, 7 de março de 2011

Alair Corrêa em entrevista ao jornal Diario Cabofriense

ALAIR CORRÊA CONFIRMA: SOU PRÉ-CANDIDATO EM 2012







LEIA A ENTREVISTA E PRESTE ATENÇÃO A ESTA CORREÇÃO: NA VERDADE, NA VERDADE, ALAIR CONCORRE À REELEIÇÃO PORQUE O MANDATO MUNICIPAL DA ATUAL GESTÃO AINDA ESTÁ EM DISCUSSÃO NA JUSTIÇA.


O jornal Diário Cabofriense está dando início a uma série de entrevistas com as principais lideranças políticas da cidade.
Abriremos espaço neste projeto para o Prefeito Marquinho Mendes, o Deputado Federal Paulo Cesar, o Deputado Estadual Janio Mendes e o ex-Deputado e ex-prefeito Alair Corrêa.
Começamos com o ex-Deputado Alair Corrêa, aproveitando o “gancho” das declarações que o Advogado do Prefeito, Doutor Carlos Magno deu a Folha dos Lagos, e, mais ainda, para quebrar o silêncio ao qual o ex-Deputado vem recolhido nos últimos tempos.
ALAIR CORRÊA CONFIRMA: SOU PRÉ-CANDIDATO EM 2012


Diário Cabofriense: Antes de qualquer noutra pergunta, me responda se puder.O Senhor é candidato a Prefeito da cidade em 2012.
Alair Corrêa: Quando um homem publico chega ao estagio que alcancei, sendo quase uma unanimidade na cidade, onde quase todos desejam que eu governe cabo frio .Como deixar de atender a esse grande clamor popular .Já sou pré-candidato a prefeito,estarei nas ruas brevemente trabalhando nesta meu projeto.
DC: – O senhor prefere ser chamado de Prefeito ou Deputado?
AC: – Como o jornalista desejar e se sentir melhor. Quanto a mim é indiferente, são cargos que eu já exerci com muita dignidade. Portanto, a escolha é sua.
DC: Prefeito, os seus amigos e correligionários estão reclamando a sua ausência das ruas. Existe algum motivo, é algum tipo de estratégia?
AC: - A realidade é que hoje enfrento duas grandes batalhas que consomem muitos recursos, e como não disponho destes recursos sou obrigado a suprir essa carência com muito trabalho. Eu falo do RIALA Parque, empreendimento para o qual eu contava com aporte de recursos do BNDES, infelizmente ainda condicionados a procedimentos burocráticos. Outra questão é meu embate jurídico para ver a confirmação das cassações do Prefeito Marquinho Mendes, em sentenças dos juízes que atuam em Cabo Frio, Doutor Caio Romo, Doutor Walnio Pacheco e Doutor Carlos Cesar.
Impossibilitado de remunerar um bom profissional para acompanhar as obras do RIALA Parque, estou, pessoalmente, acompanhando todas as etapas da obra.
Como também não disponho de recursos para atender a todas as despesas do Escritório de Advocacia que me representa, chamo para mim a responsabilidade de atender a todas as necessidades presenciais no eixo Cabo Frio/Rio de Janeiro/Brasília.
DC: - O Advogado do Prefeito, doutor Carlos Magno, vem ocupando emissoras de rádio e televisão, além de jornais, como na edição de hoje do jornal Folha dos Lagos, dizendo que “está tudo acabado” para o senhor… Há algum fundamento nisso?
AC: - Houve uma noite em que esse Magno disse ao Carlos Vitor: – Parabéns Deputado! Cofiando na palavra do Magno e em uma Liminar, o irmão do Prefeito abriu as portas de sua mansão na Ilha do Anjo para uma festa de mil-e-uma-noites. Após o rega-bofe, Carlos Vitor foi dormir Deputado e acordou 2º suplente.
O doutor Carlos Magno fala bobagens demais, atarraxou uma máscara impressionante. Mas, para quem não sabe, quem de fato representa Marquinho Mendes no Tribunal Regional Eleitoral é o Escritório Viveiros de Castro. O Magno funciona mais como um contínuo, carregando papéis pra lá e pra cá. Quando o Viveiros de Castro consegue algum sucesso no TRE, o doutor Carlos Magno corre ao programa do Amaury, ao Ademilton, a Folha dos Lagos, enfim, esse pessoal que é pago para elogiar o governo e deita falação, pegando carona no trabalho dos outros. Existem processos que ele informa ter vencido no TRE, quando na realidade nós é que perdemos. Quando processamos Marquinhos por compra de votos, em 2008, ainda não acontecera a convenção partidária e Delma Jardim ainda não era candidata a vice-prefeita, razão pela qual não a incluímos no pólo passivo. Baseado na ausência da vice-prefeita e em jurisprudências do TSE, o TRE derrubou as primeiras cassações do Marquinho Mendes, apesar de toda a bandalheira que testemunhamos em Cabo Frio.
Dessa forma o doutor Carlos Magno não ganhou nada. Nós é que perdemos.
DC: - Meses atrás o senhor e o doutor Magno se desculparam, se perdoaram, etc. Voltaram a estaca zero?
AC: - De fato estivemos juntos num jantar e nada mudou após aquele encontro. Continuamos nos respeitando e esta é a primeira vez que eu estou citando o nome dele. Não o ataquei em entrevistas, nem ao menos no meu BLOG. Se o faço agora é porque ele sempre usa o subterfúgio de não citar meu nome, como não se dirigisse a mim ou não se referisse aos Direitos que defendo. Ele sabe que represento um contingente grande de pessoas unidas a mim, comigo na luta. Não adianta ficar contando vantagens para agradar ao chefe e tentar diminuir a auto-estima dos meus seguidores com essa história de que “está tudo acabado”. Quando digo que temos processos muito fortes em curso nos tribunais e ele diz que “está tudo acabado”, está me chamando de mentiroso. Se eu digo que vamos vencer e ele diz o mesmo, tudo bem, cada um tem suas razões. Mas dizer que “está acabado“ soa diferente. Também faço questão de deixar claro que estou censurando os arroubos verbais do doutor Magno de forma respeitosa. Nossos pedidos de desculpas lá atrás foram sinceros e embora continuemos adversários, precisamos nos respeitar.
DC: - Nesse caso o problema com relação à obra do prédio em frente à Praça das Águas e que causou o desentendimento inicial entre vocês, é coisa do passado?
AC: - Claro que não! Não ficará no passado a lembrança do que ele e o prefeito fizeram com a nossa cidade naquele triste episódio. A questão é que mudou a minha maneira de abordar este assunto. Na ocasião, confesso, eu extrapolei fazendo referência a vantagens que eles teriam recebido. Não seria correto, após eu e o doutor Magno termos nos perdoado mutuamente por palavras ríspidas trocadas na ocasião, voltarmos a trocar acusações. Qualquer manifestação sobre o caso terá que ser criteriosa e respeitosa. Por exemplo: – Qualquer advogado sabe que negar oficialmente uma licença de construção em área, ainda que ela seja de domínio público, se o requerente estiver de posse de uma escritura, facilmente obterá uma Liminar. Você acha que o “imbatível” advogado, “campeão” das Liminares, ao assessorar o prefeito neste episódio de liberação da licença para que fosse erguido aquele monstrengo não sabia disso? Eu quando prefeito, assim como Zé Bonifácio e Ivo Saldanha, quando questionados sobre licença para essa obra negamos verbalmente. Entretanto, diante da negativa “oficial”, artifício usado pelo prefeito a conselho do seu advogado, bastou o contribuinte buscar na Justiça a malfadada Liminar. Essa gente pensa que somos bobos ou idiotas. Entregaram a licença aos empresários com todas as facilidades representadas por uma Liminar. Aliás, de Liminares eles entendem muito.
DC: - Na entrevista concedida à Folha dos Lagos o doutor Magno diz que só existem dois processos no TRE e ambos já estariam resolvidos, pois os crimes neles apontados já teriam sido discutidos nos processos que eles venceram. E disse ainda que, em Brasília, o processo 101 já estaria encerrado. Qual a sua versão?
AC: - O doutor Magno parece padecer de uma doença chamada Exibitório. Ela costuma aparecer quando a pessoa sente necessidade de estar em constante exposição, ora de corpo presente, ora alardeando seu falso saber. O que o doutor Magno fala nas entrevistas é o que quem lhe paga, o prefeito, quer ouvir, e por tabela, levar dúvidas aos corações das pessoas que seguem a nossa luta. Repito que os processos em que o prefeito conseguiu fugir das cassações registravam, como vício, a ausência da vice-prefeita no pólo passivo. Dessa forma não foram julgados no mérito e os crimes cometidos por Marquinho Mendes escaparam do julgamento dos juízes. Repito: – Exclusivamente porque a vice-prefeita não fora arrolada. Com relação aos demais processos, o doutor Magno não fala a verdade e sabe que constrói hipóteses em cima de mentiras. São processos sem vícios, com a inclusão da vice-prefeita no pólo passivo e pela primeira vez o prefeito Marquinho Mendes vai ser realmente julgado pelos muitos crimes cometidos. Quanto ao processo de número 101, que ele faz conjecturas como perda de prazo, o doutor sabe que isso se aprende no quinto período da faculdade. O Ministro Marco Aurélio de Melo,um dos mais cultos e leal defensor do direito emitiu uma decisão monocrática que, certamente, será revista quando do julgamento do nosso Agravo, resultando na única sentença plausível, que é a condenação do prefeito e a nossa conseqüente vitória. Lembro ao doutor Magno que o 101 É O MEU PROCESSO!
DC: - Mas ele afirma que o Escritório Sergio Bermudes perdeu o prazo…
AC: - É claro que não perderam prazo algum e muito menos deixaram de juntar as necessárias procurações. Estamos falando de advogados competentes e comprometidos com as causas de seus clientes. Se até hoje não assumi a Prefeitura não foi por culpa deles. Existem outras circunstâncias que, por hora, não devo mencionar.
Mas um dia, com certeza, estarei relatando a você todos os detalhes dessa sórdida e escandalosa história, de corrupção que aconteceu por parte do então candidato a reeleição Marquinho Mendes.

quinta-feira, 3 de março de 2011

EM CABO FRIO ESTÁ PODENDO QUALQUER COISA

Shopping em Cabo Frio será construído em cima de sambaqui e manguezal (????!!!!!)

O Deputado Janio Mendes preside a Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional da Assembléia Legislativa e vai convocar uma audiência pública para discutir a construção do Shopping Park Lagos da João Fortes Engenharia às margens da Lagoa, no Portinho. A audiência prevista para o final do mês, parece um pouco tardia tendo em vista que os empreendedores anunciaram o início das obras para o decorrer deste mês de março. Ou seja, corre o risco de a audiência discutir um fato já concreto. Janio Mendes tem por obrigação impedir junto aos empreendedores, prefeitura e estado e, se for o caso, via judicial, o início das obras até depois da audiência pública.
Deve o Deputado usar sua assessoria para convidar toda a sociedade organizada representada e os moradores do entorno do local do empreendimento, bairros que serão mais impactados com o projeto, além dos órgãos municipais, estaduais e federais que tem o dever de cuidar do meio ambiente e do equilíbrio ecológico, haja visto que a tendência é de que a poluição ambiental seja absurdamente impactada na região com o deslocamento de veículos, sujeira, poluição da lagoa com lixo levado pela água de chuvas e som, entre outros problemas.
Ninguém é contra nenhum empreendimento e tampouco contra o desenvolvimento, desde que seja feito com responsabilidade, principalmente no caso deste empreendimento previsto para ocupar uma área onde há um sambaqui (cemitério indígena) e um manguezal , que serão impactados diretamente.
É possível construir o shopping, desde que os empreendedores e órgãos responsáveis elaborem detalhados Estudos de Impacto Ambiental, o conseqüente Relatório de Impacto Ambiental e apresente as medidas compensatórias para aliviar o impacto junto ao meio ambiente, à população de Cabo Frio, especialmente os moradores do entorno do empreendimento que vão sofrer, principalmente com o trânsito pesado, com a barulheira e a sujeira.
O nobre Deputado deveria imaginar fazer a audiência pública em Cabo Frio para que toda a sociedade organizada e a população em geral pudesse participar e ainda propiciando que alguns deputados pudessem vir a Cabo Frio conhecer a realidade desta cidade. Uma audiência pública na Alerj é muito fria e elitista porque deixa o publico interessado de fora. Pense nisso, Deputado.
Segundo notícia observada no blog de Cris Monsores, o projeto de construção do Park Lagos foi apresentado em novembro no auditório da Prefeitura de Cabo Frio pela João Fortes Engenharia e Servec Ecologia para os representantes dos conselhos municipais de Desenvolvimento do Meio Ambiente (Condema) e do Plano Diretor (Consepla).
Na oportunidade, os responsáveis pelo projeto, anunciaram que as obras têm previsão de iniciar agora em março e deve durar até o ano que vem e que as licenças ambientais junto ao governo estadual, através do INEA, e também a autorização do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), em função da área a ser construída possuir resquícios do sambaqui localizado no terreno ao lado. Ou seja, naquela época tais órgãos e prefeitura não fizeram nenhuma consulta pública e saíram distribuindo autorizações. É uma festa de autorizações mesmo que a obra atinja um sambaqui e o manguezal. Meu Deus!
Segundo a notícia, durante a apresentação, os empreendedores falaram dos impactos causados pelo empreendimento na vizinhança e também os aspectos ambientais locais que, de acordo com eles, será devidamente respeitado (?)
Dentro do Park Shopping será projetada uma área para a exposição dos sambaquis retirados do local no período da obra (?) e, o manguezal, que está em meio ao estacionamento projetado (?), será preservado e terá incentivos à reestruturação de flora e fauna. Além disso, o shopping contará com projetos de iluminação natural, de captação de água de chuva e também terá um sistema próprio de tratamento de esgoto (?). Em função da construção ser plana, os realizadores também garantem que o shopping não atrapalhará a circulação do vento. Ainda bem que o vento não será atrapalhado.
Sobre as questões econômicas e incentivos à economia local, os organizadores estimam que, durante a obra, o shopping ofereça a Cabo Frio mais de 2 mil vagas de empregos diretos e, já no período de funcionamento, mais 3 mil novos empregos serão gerados. A estimativa financeira, que engloba circulação de renda e arrecadação de impostos pelo município, deve ficar em torno de R$ 10 milhões. Mais dinheiro para ser jogado no ralo.
O Park Shopping vai ocupar área de 100 mil metros quadrados, sendo 36,5 mil metros quadrados de área construída. No total serão 160 lojas, 12 quiosques além de área de alimentação de quatro cinemas do tipo stadium (em formato de arquibancadas). Para os visitantes serão disponibilizadas 1269 vagas no estacionamento.
Confira o projeto na site: http://www.shoppingparklagos.com.br/

===============================
UM DIA DA CAÇA, OUTRO DO CAÇADOR
(http://blogdoalaircorrea.com.br/)

Na ultima terça feira, o Ministro Marco Aurélio registrou aquela decisão monocrática no Processo 101, informando que nossos advogados perderam prazo recursal e também deixaram de colocar a Procuração.
Deixou-nos atônitos, menos, é claro, os nossos advogados que disseram: “Alair, pode dormir tranquilo, porque nunca perdemos um prazo e não seria agora depois de tantos anos, que isto aconteceria com os profissionais do Escritório Sergio Bermudes”. Quanto à procuração, a situação foi a mesma.
No dia seguinte, os advogados do Escritório em Brasília foram ao TSE, fotografaram a Procuração que constava do Processo e me enviaram.
É claro que vibrei bastante, embora já estivesse convencido que de que tudo sairá bem, porque esse é o meu PROCESSO!
Hoje, nova emoção!
A Procuradora Federal do TRE liberou o Processo 309, aquele em que, no ano passado, o Dr. Walnio Pacheco cassou Marquinho com base no Artigo 41-A, quando fizemos festa na cidade, e o Prefeito safou-se por uma Liminar.
Hoje, a Procuradora deu o seu Parecer com desprovimento dos pedidos do Marquinho e do PP, que visavam ganhar tempo, determinando que esse Processo seja imediatamente encaminhado para votação.
Quem tem tantas cassações não pode comemorar, quando aparentemente ganha alguma coisa, essa é a razão do silêncio.
Em tempo:
A Procuradora também determinou que fosse colocado em pauta o Processo 224, no qual o Prefeito também está arrolado no Artigo 41-A, aquele em que Marquinho Mendes foi cassado pelo Juiz Carlos Sergio Saraiva, safando-se por mais uma Liminar.

=======================================
CALA A BOCA MARQUINHO !
(www.sosdirlei.com.br)

Nos últimos dias a grande imprensa nacional vem dando destaque as cidades de Cabo Frio e Búzios e, lamentavelmente, não da forma como todos os que amam essa região gostariam de vê-las.
O mapa da violência no Brasil, lançado na quinta-feira passada pelo Instituto Sangari e pelo Ministério da Justiça, coloca Cabo Frio e Búzios entre os cem municípios onde mais se mata no país.
No Estado do Rio, nossas cidades brigam pelo nada honroso título de campeã da violência, com Búzios ligeiramente à frente de Cabo Frio.
Para reverter a incômoda imagem junto à imprensa nacional e internacional, Búzios tenta se livrar da pecha de cidade mais violenta do Estado, de uma forma no mínimo inusitada. Ao invés de contestar os dados da pesquisa, o delegado de polícia do balneário tenta responsabilizar Tamoios, afirmando que boa parte das ocorrências vem do Segundo Distrito de Cabo Frio. Os registros de ocorrências policiais de Tamoios eram feitos em Búzios.
Responsabilizar a população de Tamoios pelo alto índice de violência na cidade buziana é no mínimo uma insensatez. Em vez disso, o prefeito Mirinho Braga, os vereadores, autoridades policiais e sociedade organizada de Búzios, deveriam ocupar o espaço de mídia natural que o balneário dispõe, para pressionar o governador Sérgio Cabral e o secretário de Segurança José Mariano Beltrame, a atacarem de frente o problema.
Mas se tentar transferir para Tamoios a culpa pelo elevado índice de violência é sem dúvida alguma um verdadeiro desvario do senhor delegado de Búzios, o que dizer das declarações do prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes.
Instado a emitir opinião sobre a pesquisa do Ministério da Justiça, Marquinho Mendes disse que contestava com veemência os dados “porque aqui em Cabo Frio crime nenhum deixou de ser esclarecido”.
Prefeito, vá contar outra história.
Prefeito, pergunte ao presidente da 20ª Subseção da OAB de Cab0 Frio, doutor Eisenhower Dias Mariano e à família do advogado Rulis de Jesus Fontes, se concordam com suas declarações. Rulis, ex-presidente do Procon, ex-vice presidente da OAB, foi brutalmente assassinado em janeiro de 2006. Cinco anos depois o crime continua sem solução.
Prefeito, pergunte as famílias das centenas de jovens cujas vidas são covardemente ceifadas entra ano, sai ano, sem que nenhum assassino sequer tenha sido preso.
Prefeito, siga o conselho do Livro de Eclesiastes, na Bíblia Sagrada: para tudo tem um tempo. Tempo para falar e tempo para calar. Se preferir, atente para o provérbio persa, que diz: duas coisas indicam fraqueza: calar-se quando é preciso falar e falar quando é preciso calar.
Prefeito, se não se der por satisfeito, assimile o conselho do rei da Espanha Juan Carlos ao presidente da Venezuela Hugo Chavez, durante a XVII Conferência hibero-americana: “por qué no te callas”.
Mas se, definitivamente o senhor não aceitar nenhum desses sábios conselhos e preferir o conselho de um cidadão da sua própria cidade, aí vai o meu:
Cala a boca, Marquinho!

quarta-feira, 2 de março de 2011

Cadê as UPPs da Região dos Lagos?

Depois que a mídia publicou o crescimeno da violência em Búzios e Cabo Frio, assistimos assustados a violência aflorar em Rio das Ostras. É o resultado da UPP do Sérgio Cabral: menos violência nas favelas e mais violência no asfalto. Isso é um grande serviço da inteligência da segurança. Ufa!

Shopping Holiday em Rio das Ostras é assaltado
(publicado no site macaenews)


O Shopping Holiday em Rio das Ostras foi assaltado na noite desta segunda-feira, dia 28, por oito homens que renderam o vigia do prédio. De acordo com o delegado da 128º DP, Renato Nunes, os suspeitos já estavam no prédio quando ele foi fechado e há a suspeita de que eles assistiram a última sessão do cinema. Oito lojas foram arrombadas pelo bando, inclusive a joalheria. “Os proprietários estão fazendo um levantamento do prejuízo de suas lojas. Achamos algumas impressões digitais e acredito que ainda essa semana a perícia estará pronta”, disse Nunes.
Segundo Nunes, os suspeitos estavam dentro do prédio quando ele foi fechado e não foram filmados pelas câmeras de segurança, que foram viradas. O vigia foi rendido e teve as mãos amarradas. As lojas não possuíam sistema de alarme. Há indícios, segundo o delegado, de que o grupo seja o mesmo que praticou o assalto no Banco do Brasil em Rio das Ostras recentemente. No assalto ao banco, os ladrões renderam os vigias, arrombaram o cofre e queimaram parte do mobiliário.
Para o motorista Luiz Elmir, o crescimento acelerado da cidade favorece a vinda de ladrões. Segundo Elmir, que mora há sete anos na cidade, a violência só vem aumentando. “Rio das Ostras explodiu em população e estamos pagando por isso. Me preocupo com situações como essa, que podem piorar em épocas como o carnaval, que está chegando”, reclamou.
Já a panfletista Tatiana Nascimento disse que não fica surpresa com o assalto. “A violência está aumentando em Rio das Ostras. Estou ficando assustada, pois só ouvimos falar de assaltos e estupros na cidade”, disse Tatiana.